Acerca da felicidade

Adoro ir, vir, chegar, partir… Fazer, acontecer, valer a pena, não valer a pena. Sou uma experimentadora que mergulha de cabeça, corpo e coração em tudo o que faz. Se estou feliz? Não sei, nunca busquei a felicidade e acho muito egoísmo buscá-la e em um mundo que está todo errado.

Então, pra mim, essa tal de felicidade é a culpada das coisas erradas, da fome, da injustiça e da miséria de alma. Se partisse de cada um de nós a iniciativa de fazer do mundo um lugar bom para todos, talvez a felicidade fosse algo orgânico, natural. Enfim, essa felicidade que todo mundo se empenha pra ter e “o resto do mundo que se foda porque eu quero ser feliz”. Essa felicidade eu não quero sentir, JAMAIS.

Odeio comodismo e lutar pela própria felicidade é a forma mais genuína dele, é fácil demais ser feliz com um sapato, um chocolate, um beijo. Difícil é se emprenhar em tentar resolver as coisas que realmente importam. Se cada um se importasse com o coletivo, com o bem comum, com o outro, talvez o mundo fosse hoje verde e sustentável, talvez fosse um mundo onde a felicidade estivesse implícita e aonde realmente valesse a pena viver.

"Tudo que você pensa, pense ao contrário"

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s