Nós e o mundo de Poliana

Quando eu era adolescente li um livro chamado “O mundo de Poliana”, creio que a maioria das pessoas que conheço também leram. Nunca vi tanta vida perfeita em toda minha existência, pra falar a verdade nunca achei que viveria para ver isso. Mas o ruim não é as pessoas terem a vida perfeita, cada um com seu “sentimento do mundo” pra lá. O problema todo é a ditadura da perfeição. É proibido se irritar,  chorar, sofrer, brigar, xingar. As pessoas estão quietas demais, conformadas demais, pressionadas a serem felizes e perfeitas. Mas eu não vejo felicidade e muito menos perfeição sem liberdade. Onde as pessoas enfiaram meu livre arbítrio de estar desconfortável, mal humorada ou  indignada?

Como diria meu amigo, Paulo Cerqueira: “Quero sair do movimento: Eu me irrito. Que tal mais sociabilidade? Menos bebida? Menos comida? Menos insônia? Alegre sorridente e saudável. Cruzes!”  Cruzes mesmo.

Não tenho nada contra quem é feliz e acha tudo lindo, eu até invejo essas pessoas (só que não). O problema é que ultimamente tenho sido coagida a ser feliz, saltitante e fingir que a vida é perfeita, isso tudo pra não brigar com meio mundo. Imagina!  Acho que as pessoas estão extinguindo a beleza da vida que é viver bem mesmo com as  imperfeições.

 

Anúncios

4 thoughts on “Nós e o mundo de Poliana

  1. “Não tenho nada contra quem é feliz e acha tudo lindo, eu até invejo essas pessoas (só que não)”…. morri de rir dessa frase… rsrsrsrs
    Eu sou uma das pessoas que vc conhece que não leu o livro, mas concordo com sua opinião sobre o ponto que foi liberdade, não existe felicidade sem liberdade, impossível se obrigar a ser feliz, não é felicidade….

  2. Ninguém é feliz o tempo todo. Como posso estar feliz depois de um dia de cão, amassada dentro de um ônibus numa merda de engarrafamento com um imbecil ouvindo funk ou sertanejo com aquele barulho horrível de caixinha de abelha de um celular qualquer, um cecê do caramba, sem ninguém pra oferecer segurar sua bolsa pra vc cheirar seu pulso e amenizar o fedor?

    Esse foi só um exemplo. Há coisas piores, tipo tpm.
    Mas, concordo, flor. E tô saudade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s